Erva Cidreira - Benefícios para a Saúde

  • 0
  • agosto 12, 2014

Os suplementos da erva-cidreira são feitos a partir das folhas da planta. Os óleos essenciais das suas folhas contêm substâncias químicas denominadas terpenos, que têm alguma influência no efeito relaxante e antiviral da erva. A erva-cidreira também contém elementos denominados taninos, que se crê estarem na origem dos efeitos antivirais da planta. A erva-cidreira contém também eugenol, que acalma os espasmos musculares, entorpece os tecidos e mata as bactérias.

 Insónia e ansiedade

Em vários estudos descobriu-se que a combinação da erva-cidreira com outras ervas calmantes (como a valeriana, o lúpulo e a camomila) ajuda a reduzir a ansiedade e a estimular o sono. Poucos estudos examinaram a erva-cidreira por si só, excepto para uso tópico. Por exemplo, num estudo em pessoas com problemas menores de sono, aquelas que tomaram uma combinação de valeriana e erva-cidreira relataram que dormiam muito melhor do que aquelas que tomaram o placebo. Mas não é claro, neste e noutros estudos, se é a erva-cidreira ou a valeriana (ou a combinação de ambas), que foram responsáveis pelo resultado.

O mesmo se aplica a vários estudos para a ansiedade, em que foi usada uma combinação de plantas para reduzir os sintomas.

Noutro estudo duplo-cego, com um grupo de controlo com um placebo, 18 voluntários saudáveis receberam duas doses separadas de extracto convencional de erva-cidreira (300 mg e 600 mg) ou um placebo durante 7 dias. A dose de 600 mg de erva-cidreira registou uma melhoria do humor e aumentou significativamente a calma e atenção.

 Herpes

Alguns estudos sugerem que as pomadas tópicas contendo erva-cidreira podem ajudar a curar a herpes causada pelo vírus herpes simplex (HSV). Num estudo de 116 pessoas com HSV, aquelas que aplicaram o creme de erva-cidreira nas feridas dos lábios experimentaram uma melhoria significativa da vermelhidão e do inchaço após apenas dois dias. Outros sintomas, como a dor e a formação de crostas, não melhoraram. Tanto os pacientes como os seus médicos relataram que a pomada de erva-cidreira foi altamente eficaz. Diversos estudos em animais também apoiam o valor da utilização tópica da erva-cidreira para as feridas da herpes.

 Outros usos

Alguns registos sugerem que a erva-cidreira, em combinação com outras plantas, pode ajudar a tratar a indigestão. E alguns estudos descobriram que esta planta pode ajudar a melhorar a função cognitiva e diminuir a agitação das pessoas com doença de Alzheimer.

Pedro Silva

Sobre Pedro Silva

O Pedro Silva é o editor chefe do i-legumes.com, especialista em nutrição. Ele é apaixonado por ajudar as pessoas a alcançar seus objetivos de saúde e bem-estar.

Deixe um Comentário