Espinafre – Benefícios para a Saúde

  • 0
  • agosto 12, 2014

Todos nós sabemos que Popeye se fez super forte por comer espinafre, mas poder-se-á surpreender ao saber que ao mesmo tempo, também ele se protegeu contra a osteoporose, doença cardíaca, cancro, artrite e outras doenças.

Espinafres têm Flavonóides para uma óptima saúde

Pesquisadores identificaram pelo menos 13 compostos diferentes de flavonóides no espinafre, que funcionam como antioxidantes e como agentes anti-cancerígenos. (Muitas destas substâncias dividem-se numa categoria técnico de flavonóides conhecidos como glicuronídeos methylenedioxyflavonol.)

As propriedades anti-cancerígenas do espinafre presentes nestes flavonóides têm sido suficientemente impressionantes para alertar pesquisadores a criar extractos de espinafre especializados, que possam ser utilizados em estudos controlados.

Esses extractos de espinafre foram mostrados para abrandar a divisão celular nas células de cancro de estômago (adenocarcinoma gástrico) e em estudos em animais de laboratório, para reduzir o cancro de pele (papilomas da pele). Um estudo efectuado sobre mulheres adultas residentes em Nova Inglaterra, no final de 1980, também mostrou que o consumo de espinafre está inversamente relacionado à incidência de cancro da mama.

Espinafre benéfico para o combate ao cancro da próstata

Os carotenóides encontrados no espinafre e em outros vegetais de folha verde, combatem o cancro de próstata de duas maneiras diferentes, de acordo com uma pesquisa publicada no Journal of Nutrition. Os chamados neoxantina carotenóides não só induzem a que as células cancerosas da próstata se autodestruam, mas também as convertem, já no intestino, através de compostos adicionais chamados de neochromes, que colocam as células cancerosas da próstata em estado de êxtase, impedindo assim a sua replicação.

O Espinafre promove Ossos mais fortes

A vitamina K fornecida pelo espinafre equivale a quase 200% do valor diário recomendado, através de uma xícara de folhas de espinafre fresco, e mais de 1000% do valor diário recomendado, de uma xícara de espinafre cozido (que contém cerca de 6 vezes menos quando o espinafre é muito cozido) sendo muito importante para a manutenção da saúde dos ossos.

A vitamina K1 ajuda a prevenir a excessiva activação dos osteoclastos, as células que destroem o osso. Além disso, as bactérias amigáveis dos nossos intestinos que convertem vitamina K1 em vitamina K2,e activam a osteocalcina, a principal proteína não-colágenas no osso, funcionam também como âncoras nestas moléculas de cálcio dentro do osso. O espinafre é igualmente uma excelente fonte de outros nutrientes da estrutura óssea, incluindo cálcio e magnésio.

Protecção cardiovascular dos Espinafres

Para o combate à aterosclerose e à doença cardíaca diabética, poucos alimentos se comparam com o espinafre em número de nutrientes úteis. O espinafre é uma excelente fonte de vitamina C e vitamina A, esta última nomeadamente devido à sua concentração de beta-caroteno.

Esses dois nutrientes são importantes antioxidantes que trabalham para reduzir a quantidade de radicais livres no organismo, sendo que a vitamina C actua como antioxidante solúvel em água, e o beta-caroteno como uma gordura solúvel. Este antioxidante lipossolúvel ajuda a prevenir que o colesterol oxide. O colesterol oxidado é capaz de se fixar e alastrar nas paredes dos vasos sanguíneos, causando o bloqueio das artérias, originando ataques cardíacos ou derrames.

A abundância de vitamina C e de beta-caroteno no organismo pode ajudar a prevenir tais complicações, e uma xícara de espinafre cozido pode fornecer 294,8% do valor diário (DV) de vitamina A, juntamente com 29,4% dos DV de vitamina C.

Protecção cardiovascular dos Espinafres

Para o combate à aterosclerose e à doença cardíaca diabética, poucos alimentos se comparam com o espinafre em número de nutrientes úteis. O espinafre é uma excelente fonte de vitamina C e vitamina A, esta última nomeadamente devido à sua concentração de beta-caroteno.

Esses dois nutrientes são importantes antioxidantes que trabalham para reduzir a quantidade de radicais livres no organismo, sendo que a vitamina C actua como antioxidante solúvel em água, e o beta-caroteno como uma gordura solúvel. Este antioxidante lipossolúvel ajuda a prevenir que o colesterol oxide. O colesterol oxidado é capaz de se fixar e alastrar nas paredes dos vasos sanguíneos, causando o bloqueio das artérias, originando ataques cardíacos ou derrames.

A abundância de vitamina C e de beta-caroteno no organismo pode ajudar a prevenir tais complicações, e uma xícara de espinafre cozido pode fornecer 294,8% do valor diário (DV) de vitamina A, juntamente com 29,4% dos DV de vitamina C.

O espinafre é igualmente uma excelente fonte de ácido fólico. O folato é necessário para o organismo na medida em que ajuda a converter um produto químico potencialmente perigoso chamado homocisteína, (que pode levar ao ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral se os níveis se tornarem demasiado altos), em outras moléculas benignas. Além disso, o espinafre é ainda uma excelente fonte de magnésio, um mineral que pode ajudar no controlo da pressão arterial elevada diminuindo-a, e protegendo também contra doenças do coração. Uma xícara de espinafre cozido contém 65,6% do valor diário de folato e 39,1% do valor diário de magnésio.

Espinafres Promovem a saúde gastrointestinal

A vitamina C e o beta-caroteno verificados nos espinafres ajudam a proteger as células do cólon dos efeitos prejudiciais dos radicais livres. O ácido fólico no espinafre ajuda a evitar danos ao ADN e mutações em células do cólon, mesmo quando estes são expostos a substâncias cancerígenas. Estudos mostram que quem ingere alimentos ricos em vitamina C, beta-caroteno e/ou ácido fólico tem um risco muito menor de desenvolver cancro de cólon, comparativamente com quem não o faz.

Espinafres – Nutrientes anti-inflamatórios

Os nutrientes do espinafre também podem ajudar em situações de inflamação. Por exemplo na asma, osteoartrite, osteoporose e artrite reumatóide, doenças que envolvem algum tipo de inflamação. Tanto o beta-caroteno, como a vitamina C e vitamina K possuem propriedades anti-inflamatórias, que podem ser úteis para reduzir os sintomas em alguns pacientes. Além disso, o magnésio e a riboflavina, dois nutrientes de que o espinafre é uma excelente fonte, podem ajudar a reduzir a frequência das crises de enxaqueca em pessoas que padecem das mesmas.

Um cérebro mais esperto com Espinafres

Estudos efectuados com animais revelam que o espinafre pode ajudar a proteger o cérebro de stress oxidativo, bem como reduzir os efeitos do envelhecimento da população, directamente relacionado com a função cerebral. Pesquisadores descobriram que a alimentação dada a animais de laboratório com características de envelhecimento, ao ser centrada numa dieta rica em espinafre, levou a uma melhoria significativa das suas capacidades de aprendizagem e habilidades motoras.

Melhor visão com Espinafres

A luteína, um carotenóide de protecção contra as doenças oculares (como a degeneração macular relacionada à idade e a catarata), é encontrada em vegetais verdes, principalmente no espinafre, assim como na couve e nos brócolos. Mas as gemas, embora contenham uma quantidade menos significativa do que a luteína do espinafre, são uma fonte muito mais biodisponível, cujo consumo aumenta a concentração de luteína no sangue, muitas vezes maior do que o espinafre. Estes dão dados fornecidos por um estudo publicado no Journal of Nutrition.

Pedro Silva

Sobre Pedro Silva

O Pedro Silva é o editor chefe do i-legumes.com, especialista em nutrição. Ele é apaixonado por ajudar as pessoas a alcançar seus objetivos de saúde e bem-estar.

Deixe um Comentário